Edições

Saúde Sexual e Reprodutiva, Direitos e Justiça

Introdução

O seu corpo, a sua escolha

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 3 assegura vidas saudáveis e promove o bem-estar para todos. Em concordância com o consenso global sobre saúde e direitos reprodutivos estabelecido pela Conferência Internacional sobre População e Desenvolvimento (ICPD) de 1994 e os compromissos mais fortes assumidos na ICPD25 sobre saúde e direitos sexuais, a Girl Up afirma que os jovens de todo o mundo necessitam de informação e acesso a serviços que lhes permitam tomar decisões críticas sobre as suas vidas e corpos e exercer o seu direito à autonomia sobre o corpo.

Porquê as meninas?

As meninas são frequentemente incapazes de tomar decisões autônomas sobre os seus corpos, tal como os jovens LGBTQI+, os adolescentes com deficiência e os adolescentes em crise humanitária. Os membros de grupos minoritários estão mais expostos ao risco de violação dos direitos sexuais e reprodutivos e têm menos acesso aos recursos e serviços de que necessitam para exercer os seus direitos sexuais e reprodutivos. 

A saúde sexual e reprodutiva, direitos e justiça requer acesso a uma gama completa de informação, serviços e apoio, incluindo educação sexual abrangente; contracepção; produtos de higiene menstrual, gravidez segura, nascimento seguro e apoio para se tornar pais jovens; aborto seguro; prevenção e tratamento do HIV/AIDS e outras infeções sexualmente transmissíveis; prevenção, detecção e orientação sobre violência de gênero; e orientação e cuidados para a saúde e bem-estar sexual.

 Muitas vezes, os jovens não podem exercer o seu direito à autonomia sobre o corpo devido a barreiras legais, econômicas e sociais à autonomia sobre o corpo.

  1. 50%

    a todas as mulheres no mundial é negada a sua autonomia sobre o corpo, incluindo decisões de cuidados da saúde (UNPF, 2021)

  2. 12 milhões

    de meninas com menos de 18 anos são casadas todos os anos (UNICEF, 2020)

  3. 15%

    de mulheres jovens que dão à luz antes dos 18 anos, o que pode fazer prejudicar o seu desenvolvimento e subsistência (UNICEF)

  4. 7 milhões

    de mulheres por ano são tratadas em instalações hospitalares por complicações de aborto inseguro (OMS, 2021)

Práticas nocivas, como a mutilação genital feminina e o casamento infantil, também violam a autonomia das meninas sobre o corpo. As normas e estereótipos de gênero, que encorajam o assédio e a agressão sexual, os pressupostos sobre os papéis dentro das relações e os encargos desiguais do trabalho de assistência, também têm impacto na capacidade das meninas de participarem nas suas próprias decisões sobre cuidados de saúde, de acessarem oportunidades educacionais e econômicas, e de se envolverem como cidadãos de pleno direito nas suas comunidades.

Cada indivíduo está em melhor posição para avaliar e tomar decisões sobre o seu corpo. Girl Up não dita nenhuma escolha particular para os nossos membros e reconhece que os nossos membros têm opiniões e experiências diversas. Contudo, apoiamos inequivocamente o direito de qualquer indivíduo a tomar decisões sobre o seu corpo, vida e futuro.

Envolva-se

Nos últimos anos, tem havido tanto progressos como retrocessos nas políticas e leis dos direitos sexuais e reprodutivos em todo o mundo. Os Clubes Girl Up e os agentes de mudanças estão defendendo a amplitude desses direitos - desde os direitos LGBTQI+ na Polónia e nos EUA até à abordagem da violência contra as mulheres na Índia, Quénia, México e Austrália, dignidade menstrual no Brasil, ao acesso ao aborto nos EUA, Romenia e Argentina. Essa defesa local e nacional é apoiada por um ativismo e acordos globais.

Se quiser saber mais, visite o grupo do Girl Up SRHRJ na nossa Comunidade online para se conectar a outros líderes jovens e encontrar recursos para apoiar a sua defesa sobre direitos sexuais e reprodutivos. 

Compartilhe

Doe à Girl Up

O seu apoio aos nossos líderes transformadores significa que a Girl Up pode continuar trabalhando para um mundo onde as meninas tenham o mesmo valor, oportunidade e a change de alcançar o seu potencial máximo. Você pode fazer a diferença na vida de uma menina doando hoje.

Como Engajar-se

Em todo o mundo, a nossa rede de um milhão de apoiadores está se mobilizando em prol da igualdade de gênero. Vem com a gente?

  1. Careers + Internships

    Become the newest member of the Girl Up team!

    Apply today
  2. Obter Social

    Siga-nos na Instagram.

    Siga-nos
  3. Menina olhando para baixo e navegando pelo celular
    Inscrever

    Inscreva-se para receber as últimas notícias e acontecimentos do movimento Girl Up.

    Inscrever
  4. Menina com um grande sorriso na cara com uma blusa Girl Up
    Junte-se ao nosso movimento

    Junte-se a dezenas de milhares de a de mudagentes nça de 120 países e de todos os 50 estados dos EUA.

    Criar um clube
  5. Duas meninas sorrindo e escrevendo anotações e a comcompartilhar um notebook
    Explore as pautas

    Todas as questões são pautas da igualdade de gênero.

    Saiba mais
  6. Ayanna Pressley falando sobre o evento #GirlHero Awards
    Próximos Eventos

    Participe de um evento perto de você.

    Saiba mais

Sobreposição próxima